Visitantes e residentes: engajamento on-line e práticas com tecnologias nos cursos de licenciatura

Patrícia B. Scherer Bassani, Dinorá Zucchetti, Yohana Marx

Resumo


Este estudo busca problematizar o perfil do sujeito-acadêmico regularmente matriculado em curso de formação inicial de professores com base na perspectiva do engajamento on-line, a partir dos conceitos de visitantes e residentes. Para tanto, buscou-se identificar as aplicações web mais utilizadas no contexto pessoal e profissional. Entende-se que a compreensão do perfil desse sujeito-professor pode subsidiar o planejamento de diferentes práticas educativas nos cursos de licenciatura. O presente estudo, de natureza aplicada, longitudinal e de abordagem qualitativa, foi desenvolvido com base no método da Cartografia e desenvolvido no contexto da disciplina Tecnologia e Educação. Os dados foram produzidos a partir de diagramas elaborados pelos acadêmicos para representar seu engajamento on-line. Para a análise dos diagramas utilizou-se a análise documental. Verificou-se que os acadêmicos usam essencialmente as redes sociais como ferramentas de pesquisa ou como espaços de interação. Por outro lado, verifica-se que as práticas propostas no contexto da disciplina exercitaram o uso da autoria especialmente sob uma perspectiva visitante, sem explorar o potencial de interação e conectividade das aplicações.

Palavras-chave


Tecnologia educacional. Formação de professores. Autoria.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVAREZ, Johnny; PASSOS, Eduardo. Cartografar é habitar um território existencial. In: PASSOS, Eduardo et al. Pistas do Método da Cartografia. Porto Alegre: Sulina, 2012. p. 131-149.

BENNETT, S. J.; MATON, K. A.; KERVIN, L. K. The digital natives debate: a critical review of the evidence. British Journal of Educational Technology. v. 39, n. 5, p. 775-786. 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Plano Nacional de Educação 2014-2024. Brasília, DF: MEC, 2014. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm>. Acesso em: 28 ago. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CP nº 2, de 1º de julho de 2015 - Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=70431-res-cne-cp-002-03072015-pdf&category_slug=agosto-2017-pdf&Itemid=30192>. >. Acesso em: 28 ago. 2017.

CELLARD, André. A análise documental. In: POUPART, Jean et al. A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

CIMADEVILA, Mely Paula Rabadan; ZUCHETTI, Dinorá Tereza; BASSANI, Patrícia B. Scherer. O “novo” profissional da Rede Estadual do RS e as tecnologias na educação. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 15, n. 1, p. 67-86, fev. 2013. ISSN 1676-2592. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2017.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL – CGI.br. Pesquisa sobre o uso da Internet por crianças e adolescentes no Brasil - TIC Kids Online Brasil 2015. TIC educação 2014. São Paulo: CGI.br, 2015a.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL – CGI.br. Pesquisa sobre o uso das tecnologias da informação e comunicação nas escolas brasileiras. TIC educação 2014. São Paulo: CGI.br, 2015b.

DEWEY, John. Experiência e Educação. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1979.

PASSOS, Eduardo, KASTRUP, Virgínia, ESCÓSSIA, Liliana da. Pistas do Método da Cartografia. Porto Alegre: Sulina, 2012.

PRENSKY, Marc. Digital natives, digital immigrants. On the Horizon, v. 9, n. 5, 2001. Disponível em: < http://www.marcprensky.com/writing/Prensky%20-%20Digital%20Natives,%20Digital%20Immigrants%20-%20Part1.pdf>. Acesso em: 28 ago. 2017.

PRENSKY, Marc. Digital imigrants. Disponível em: . Acesso em: 09 mar. 2016.

WHITE, David; LE CORNU, Alison. Visitors and Residents: a new typology for online engagement. First Monday, v. 16, n. 9, 2011. Disponível em:

http://journals.uic.edu/ojs/index.php/fm/article/view/3171/3049>. Acesso em: 28 ago. 2017.

WHITE, David. V&R mapping. Disponível em: http://daveowhite.com/vandr/. Acesso em: 28 ago. 2017.




DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.76269

Direitos autorais 2017 Informática na educação: teoria & prática

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: teoria & prática. e-ISSN: 1982-1654 ISSN Impresso:1516-084X