A CONSTRUÇÃO DOS POSSÍVEIS EM ARQUITETURA: EPISTEMOLOGIA GENÉTICA E ECOLOGIA COGNITIVA

LEANDRO ANDRADE, MARGARETH AXT

Resumo


As transformações velozes no modo de projetar em arquitetura, e em sua aprendizagem, a partir da assimilação da informática, são o tema principal deste artigo. A partir da noção de construção de possíveis em arquitetura, procura-se situar a questão em termos de duas abordagens: a epistemologia genética e a ecologia cognitiva, bem como apontar algumas perspectivas para o desenvolvimento da investigação proposta.

Palavras-chave


aprendizagem em arquitetura; epistemologia genética; possíveis; ecologia cognitiva

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.6282

Direitos autorais



INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: teoria & prática. e-ISSN: 1982-1654 ISSN Impresso:1516-084X