Rethinking the Virtual

Nicholas C. Burbules

Resumo


Burbules faz uma sÈrie de consideraÁ?es para montar
um conceito teÛrico do virtual. Primeiro, examina os
quatro processos da vinculaÁ„o (interesse, envolvimento,
imaginaÁ„o e interaÁ„o) para que ocorra a
imers„o, muito importantes para entender-se o potencial
educacional da virtualidade. Segundo, aplica o conceito
do virtual ‡ discuss„o do espaÁo e do tempo virtuais
decorrendo daÌ que, ‡ medida que os espaÁos virtuais
tornam-se conhecidos e importantes, passam a
ser lugares virtuais. Essa transformaÁ„o pode acontecer
de duas maneiras: por arquitetura e por mapeamento,
em plausÌvel paralelo aos pontos de vista respectivamente
do professor e do aluno. Este trabalho
pode ser visto como uma tentativa de desmistificar a
virtualidade como sendo exclusivamente tecnolÛgica e
de encar·-la como a base de um conceito educacional.
Destacam-se, neste artigo, os conceitos de virtualidade,
lugares virtuais educacionais e arquitetura e
mapeamento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.4942

Direitos autorais



INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: teoria & prática. e-ISSN: 1982-1654 ISSN Impresso:1516-084X