Plantas, máquinas e interafectividade

Carlos Augusto Moreira da Nóbrega

Resumo


A presente comunicação investiga o acoplamento entre plantas e sistemas artificiais no contexto da arte sob a filosofia dos objetos técnicos desenvolvida por Gilbert Simondon. O foco de nosso trabalho é posto sobre o processo de invenção de objetos técnicos para argumentar que a obra de arte, quando resultante desse processo, ressona ao ar tista e ao observador como um nó de sinergias existentes. Tais sinergias, emergentes dos acoplamentos entre diversos sistemas (o sistema mental do artista, do observador e o sistema da obra), são mantidas por ligações afetivas. Argumentamos que estes sistemas têm suas camadas de indeterminação e complexidade expandidas quando organismos naturais, como plantas, são hibridizados a eles.

Palavras-chave


plant; resonance; inter-affectivity; interaction; hybrid

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.22807

Direitos autorais



INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: teoria & prática. e-ISSN: 1982-1654 ISSN Impresso:1516-084X