UNIÃO DAS NAÇÕES INDIGENAS (UNI): CONTRIBUIÇÃO AO MOVIMENTO INDÍGENA NO BRASIL (1980-1988)

Deparis,$space}Sidiclei Roque
Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal da Grande Dourados
outubro, 2007
Texto completo (portal externo)
 

Resumo

O presente trabalho é o resultado de pesquisa bibliográfica e documental sobre o movimento indígena brasileiro nas décadas de 1970 e 1980. De modo particular a iniciativa de organização conjunta de diversas etnias indígenas, culminada com a criação da União das Nações Indígenas (UNI) em 1980. Entendido como fruto das mobilizações sociais que ganharam as ruas do país durante o regime militar, a organização indígena foi abordada também como resultado de outras lutas vivenciadas no período. Para tanto, o primeiro capítulo trata da organização popular voltada para a defesa dos direitos e das ações de contestação ao regime militar. No capítulo seguinte a ênfase foi dada às condições gerais que propiciaram a organização dos povos indígenas e a ampliação dos debates envolvendo estes. Finalmente, o terceiro capítulo teve como objeto analisar o processo de criação da União das Nações Indígenas e sua contribuição ao movimento indígena do período. Discutiu-se os desdobramentos que levaram os indígenas a liderarem o movimento de auto- representação frente as autoridades constituídas e a organizarem uma proposta com pauta mínima de reivindicações dos direitos a serem defendidos nas discussões constitucionais do período.