AS MULHERES NO MOVIMENTO INDÍGENA DE OIAPOQUE: UMA REFLEXÃO A PARTIR DA ASSOCIAÇÃO DAS MULHERES INDÍGENAS EM MUTIRÃO

Ariana dos Santos, Tadeu Lopes Machado

Resumo


Este trabalho busca refletir o envolvimento das mulheres indígenas do Oiapoque no movimento indígena mais amplo, regional e nacional. Para tal, será necessário resgatar sucintamente a história do movimento indígena no Brasil e na região de Oiapoque, para entender que, embora não aparecendo em muitos discursos, a organização das mulheres nasceu no bojo dos processos organizativos mais amplos dos indígenas no Brasil. A segunda parte do artigo propõe uma análise da trajetória da Associação das Mulheres Indígenas em Mutirão – AMIM – uma entidade formal, criada legalmente no ano de 2006, mas pensada e estimulada desde a década de 1980. A partir desta reflexão aponta-se a necessidade de construir discursos a respeito das mulheres que consigam refletir sua atuação no cenário social, político, econômico, não como personagens estáticas e amorfas dos processos sociais, mas como protagonistas, ao lado da figura masculina, de sua história e da história de seu povo.

Palavras-chave


Movimento Indígena; Mulheres; AMIM; Oiapoque.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-6524.80987

Qualis Área de Avaliação Classificação ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA B1 CIÊNCIAS AMBIENTAIS B2 COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO B2 DIREITO B3 EDUCAÇÃO B3 HISTÓRIA B3 INTERDISCIPLINAR B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 MEDICINA II B5 PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL / DEMOGRAFIA B3 PSICOLOGIA B3 SOCIOLOGIA