PAJÉ, CONHECIMENTO CULTURAL E TERMINOLOGIA DE PLANTAS MEDICINAIS EM PARKATÊJÊ

Jaqueline de Andrade Reis, Marília de Nazaré de Oliveira Ferreira

Resumo


O presente artigo consiste no estudo da terminologia de plantas medicinais utilizadas na produção de remédios para o tratamento e a cura de doenças pelos Parkatêjê, comunidade localizada na Terra Indígena Mãe Maria, no município Bom Jesus do Tocantins, no sudeste do estado do Pará. O resultado prático do trabalho foi a elaboração de um glossário terminológico de plantas medicinais que emergem do discurso do pajé, considerado um especialista em saúde indígena, conforme Athias (2016). O estudo ancora-se nos pressupostos teóricos e metodológicos da Socioterminologia (FAULSTICH, 1995; 2006; 2010; GAUDIN, 1993) e da Terminologia Cultural (DIKI-KIDIRE, 2009). Para a organização e o tratamento do banco de dados, utilizou-se o programa computacional Flex e para a elaboração do glossário, o software Lexique Pro. O glossário contém, como resultado preliminar, 111 termos, que são apresentados em ordem alfabética, sendo 33 ilustrados. A escolha desse objeto de estudo justifica-se pela sua importância cultural e social, que se configura como uma tradição. Espera-se que essa obra terminográfica possa contribuir para o fortalecimento e a preservação dos saberes culturais e linguísticos.

Palavras-chave


Socioterminologia; Plantas medicinais; Parkatêjê.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-6524.70276

Qualis Área de Avaliação Classificação ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA B1 CIÊNCIAS AMBIENTAIS B2 COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO B2 DIREITO B3 EDUCAÇÃO B3 HISTÓRIA B3 INTERDISCIPLINAR B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 MEDICINA II B5 PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL / DEMOGRAFIA B3 PSICOLOGIA B3 SOCIOLOGIA