GESTÃO DE FONTES DE MATÉRIA-PRIMA LÍTICA PELOS CONSTRUTORES DE CERRITOS NO SUL DO BRASIL: UM ESTUDO DE CASO

Anderson Marques Garcia, Rafael Guedes Milheira

Resumo


Este artigo investiga o tema da gestão de matérias-primas líticas pelos grupos construtores de Cerritos da Laguna dos Patos, no sul do Brasil, especificamente pelos habitantes do sítio arqueológico “PT-02 - Cerrito da Sotéia”, localizado na Ilha da Feitoria, município de Pelotas-RS. Esse sítio arqueológico foi datado pelo método radio carbônico AMS-Standard entre 1010 ± 40 A.P. e 990 ± 40 A.P. Foram analisados os mapas geológicos do Estado do Rio Grande do Sul e do município de Pelotas em complementação às saídas de campo, a fim de mapear áreas potenciais de ocorrência de matérias-primas. Foi usada também a microscopia eletrônica de varredura (MEV) como método auxiliar na identificação de matéria-prima lítica.

Palavras-chave


Cerritos; Gestão de matéria-prima; Zonas de atividades econômicas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-6524.37025

Qualis Área de Avaliação Classificação ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA B1 CIÊNCIAS AMBIENTAIS B2 COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO B2 DIREITO B3 EDUCAÇÃO B3 HISTÓRIA B3 INTERDISCIPLINAR B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 MEDICINA II B5 PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL / DEMOGRAFIA B3 PSICOLOGIA B3 SOCIOLOGIA