A INSERÇÃO DOS MOVIMENTOS INDÍGENAS NA ARENA POLÍTICA BOLIVIANA: NOVOS E VELHOS DILEMAS

Bruno Siqueira Abe Saber Miguel

Resumo


Tendo como objeto os movimentos indígenas bolivianos, o trabalho explora a articulação feita por esses grupos entre o universo simbólico e o universo instrumental, conforme concepção de Alain Touraine, abordando questões relacionadas à problemática histórica de sua exclusão e a forma pela qual este quadro se refletiu no cenário político boliviano, analisando as condições que propiciaram a atual ascensão política dos movimentos indígenas. Apesar de os movimentos indígenas terem adquirido certa projeção política no cenário boliviano, a persistência de um padrão de governo que não contempla e formação de espaços públicos de aprofundamento da democracia e a presença de obstáculos como as divisões regionais ainda impõem sérios riscos para a consolidação da democracia no país.

Palavras-chave


Bolívia; movimentos sociais; movimentos indígenas; democracia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-6524.3121

Qualis Área de Avaliação Classificação ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA B1 CIÊNCIAS AMBIENTAIS B2 COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO B2 DIREITO B3 EDUCAÇÃO B3 HISTÓRIA B3 INTERDISCIPLINAR B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 MEDICINA II B5 PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL / DEMOGRAFIA B3 PSICOLOGIA B3 SOCIOLOGIA