A PRESENÇA KAINGANG NO MORRO DO OSSO ENTRE DIFERENTES PERSPECTIVAS SÓCIO-DISCURSIVAS

Luiz Gustavo Souza Pradella, José Rodrigo Saldanha

Resumo


Este artigo tem como tema central diferentes elementos sócio-discursivos acionados por atores distintos diante do estabelecimento da aldeia Kaingang (Tupeng-pó) no Morro do Osso, perímetro urbano da cidade de Porto Alegre. Buscamos assim, analisar a dimensão da tensão relacional instaurada entre atores não-indígenas habitantes da urbe – ambientalistas, ecologistas, políticos e representantes de associações de moradores – e o grupo Kaingang da aldeia Tupeng-pó. Resgatando o conceito de ambiência de Baudrillard nos termos de uma orientação cosmológica que busca definir formas e dinâmicas espaciais, pretendemos analisar como os espaços da cidade e da mata são percebidos por cada um dos atores envolvidos, ou seja, de que maneira estas ambiências se relacionam num contexto de conflito.

Palavras-chave


Etnografia – Kaingang – Porto Alegre – Morro do Osso – Ecologia – Conflito – Ambiência – Paisagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-6524.2658

Qualis Área de Avaliação Classificação ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA B1 CIÊNCIAS AMBIENTAIS B2 COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO B2 DIREITO B3 EDUCAÇÃO B3 HISTÓRIA B3 INTERDISCIPLINAR B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 MEDICINA II B5 PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL / DEMOGRAFIA B3 PSICOLOGIA B3 SOCIOLOGIA