MOBILIZAÇÃO ÉTNICA NA CIDADE DE SÃO PAULO: O CASO DOS ÍNDIOS PANKARARU

Marcos Alexandre dos Santos Albuquerque

Resumo


Este artigo analisa o papel das máscaras (praiás) dos índios Pankararu (PE) na mobilização política que ocorre na cidade de São Paulo, Brasil. Neste espaço, a tradição funciona como categoria que aproxima a oferta e a demanda de tais bens e direitos entre índios e a cidade de São Paulo. Os praiás se destacam neste mercado na medida em que esta máscara é o elemento que mais visibilidade vem ganhando nas apresentações destes índios. Tais apresentações se dão no contexto de inserção destes índios em dois tipos de mercado: o das artes étnicas e o dos direitos das populações indígenas.

Palavras-chave


direitos indígenas; pankararu; invenção de tradições; artes étnicas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-6524.2558

Qualis Área de Avaliação Classificação ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA B1 CIÊNCIAS AMBIENTAIS B2 COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO B2 DIREITO B3 EDUCAÇÃO B3 HISTÓRIA B3 INTERDISCIPLINAR B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 MEDICINA II B5 PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL / DEMOGRAFIA B3 PSICOLOGIA B3 SOCIOLOGIA