IDENTIDADE COMO RELAÇÃO DE CONFLITO NA EDUCAÇÃO ESCOLAR INDIGENA

Autores

  • Flávia Roberta Busarello Universidade Regional de Blumenau - FURB
  • Ernesto Jacob Keim

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-6524.23969

Palavras-chave:

identidade, relação, diferenças étnicas, educação escolar indígena.

Resumo

Este texto tem como objetivo analisar as relações identitárias, para compreender como elas podem gerar conflitos e preconceitos e como a educação pode interagir como agente de superação dessas reações, que muitas vezes atentam contra a dignidade da vida. Este artigo foi realizado com base em revisão bibliográfica e em argumentos desenvolvidos nas reuniões de estudo e debate do Grupo de Pesquisa Filosofia e Educação EDUCOGITANS, e também de reuniões referentes à pesquisa financiada pela CAPES/FINEP, “Planejamento Pedagógico-Didático e Formação Intercultural de Professores para a Revitalização da Língua e da Cultura Xokleng nas Escolas Indígenas Laklãnõ e Bugio em Santa Catarina”, vinculada ao Observatório Educação Escolar Indígena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávia Roberta Busarello, Universidade Regional de Blumenau - FURB

Graduada em História pela Universidade Regional de Blumenau - FURB

Downloads

Publicado

2011-12-29

Como Citar

BUSARELLO, F. R.; KEIM, E. J. IDENTIDADE COMO RELAÇÃO DE CONFLITO NA EDUCAÇÃO ESCOLAR INDIGENA. Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 5, n. 3, p. 123, 2011. DOI: 10.22456/1982-6524.23969. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/23969. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS