A REPRESENTAÇÃO INDÍGENA GUARANI EM LIVROS MEMORIALISTAS

Caroline Hermínio Maldonado, Antônio Jacó Brand

Resumo


As obras de autores memorialistas, pesquisadas neste trabalho, retratam o modo de vida guarani e os conflitos envolvendo disputas territoriais, entre o século XVIII e meados do século XX. Relatam experiências e buscam opinar sobre a relação entre indígenas e migrantes, como os próprios autores, que vieram para o sul do então Mato Grosso por motivos de trabalho e à procura de terras produtivas. A partir destas obras entende-se como conseguiram ocultar os indígenas da história regional e justificar seus juízos sobre essa população, considerando-a sem cultura e sem organização social. A pesquisa permite compreender o fenômeno da invisibilidade a que estão sujeitos, não somente os Guarani, mas os demais povos indígenas que habitam hoje o Estado do Mato Grosso do Sul.

Palavras-chave


Guarani; Representação; Memorialistas, Mato Grosso do Sul

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-6524.12357

Qualis Área de Avaliação Classificação ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA B1 CIÊNCIAS AMBIENTAIS B2 COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO B2 DIREITO B3 EDUCAÇÃO B3 HISTÓRIA B3 INTERDISCIPLINAR B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 LINGUíSTICA E LITERATURA B2 MEDICINA II B5 PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL / DEMOGRAFIA B3 PSICOLOGIA B3 SOCIOLOGIA