Desinformação e informação semântica: a Filosofia da Informação e o pensamento de Luciano Floridi na contribuição à confiabilidade informacional

Leonardo Ripoll, José Claudio Morelli Matos

Resumo


O artigo apresenta, de forma introdutória, a Filosofia da Informação, abordagem teórico-metodológica desenvolvida por Luciano Floridi como uma fundamentação epistemológica adequada à sociedade da informação, termo proposto como representativo do atual cenário socio-histórico. Por meio de um estudo com características exploratórias, discute conceitos cruciais do pensamento de Floridi, como informação semântica e veridicalidade da informação, para demonstrar como esse pensamento trata da questão da desinformação. Relaciona, por fim, as ideias de Floridi com a noção de ‘confiabilidade informacional’, conceito a ser desenvolvido no contexto contemporâneo visando ao combate à desinformação.

Palavras-chave


Filosofia da Informação; Luciano Floridi; Informação semântica; Desinformação; Confiabilidade informacional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245262.211-232



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)