Publicidade: compromisso com o social

Maria Helena Steffens de Castro

Resumo


Este trabalho analisa os anúncios sobre produtos que tinham como enfoque a saúde, discutindo as relações possíveis entre as matérias jornalísticas e o discurso publicitário, na formação do imaginário e na práxis cotidiana. A análise aborda as pioneiras iniciativas da publicidade riograndense, em escala de massa, ao anunciar medicamentos para a cura de doenças graves, desempenhando importante papel no campo da comunicação/educação. Tais anúncios eram publicados na Revista do Globo, uma das mais importantes revistas que circulou no Brasil, de 1929 a 1967 e editada na capital do estado do Rio Grande do Sul, a cidade de Porto Alegre. Publicidade e saúde são temas que nunca saem de moda e, quando transformados em um só, permitem repensar os fatores que influenciaram a qualidade de vida do homem moderno.

 


Palavras-chave


Publicidade; saúde pública; imaginário popular

Texto completo:

PDF




Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)