Cenários da dinâmica de hipercrescimento e colapso das revistas científicas brasileiras líderes na Ciência da Informação

Vinícius Medina Kern, Mauricio Uriona Maldonado

Resumo


Os periódicos brasileiros em Ciência da Informação dependem tipicamente de trabalho semivoluntário, com escassa dotação de recursos. A inclusão de alguns deles em bases de dados importantes lhes confere status e faz atrair mais e mais submissões, sem adequar os recursos disponíveis. Este artigo explora esse contexto por meio de um modelo de dinâmica de sistemas que representa estoques e fluxos de artigos entre a submissão e a decisão editorial final. Simulamos 22 cenários alternativos, com oferta distinta de submissões, com ou sem intervenções (moratória de submissões e aumento agudo de rejeições preliminares). Diversos desses cenários indicam o risco iminente de colapso da revista, independentemente de intervenções que aliviam a sobrecarga apenas momentaneamente. Poucos editores sobrecarregados sustentam a continuidade do sistema.


Palavras-chave


Publicações científicas: periódicos; Qualis Capes; Dinâmica de sistemas; Produtivismo acadêmico; Revisão por pares; Comunicação científica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245240.258-277



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)