Integração de bases de dados em estudos bibliométricos: a produção científica nacional em Zika vírus

Maria Simone de Menezes Alencar, Rosany Bochner, Daniel Giacometti

Resumo


A partir do estudo de caso da produção científica brasileira envolvendo o vírus Zika, este artigo tem como objetivo discutir a importância da integração de dados de diferentes fontes para melhor representar o universo da pesquisa, destacando como a restrição de fontes impacta nos resultados de análises bibliométricas. Para identificação da produção brasileira na área por meio da seleção de artigos de periódicos com pelo menos um autor brasileiro, foram utilizadas quatro bases informacionais: duas fontes gerais, a Web of Science e a Scopus; uma fonte específica da área de estudo, o PubMed; e uma fonte de pesquisa de informação nacional, a SciELO. A análise dos resultados indica a relevância da integração de diferentes bases de dados em estudos bibliométricos como meio de minimizar distorções e fornecer uma visão consistente do universo da pesquisa científica em determinado tema.


Palavras-chave


Bibliometria; Bases de dados; Zika; Fontes de informação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245240.13-28



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)