Mapeamento do conhecimento científico: uma proposta de método baseado em Genealogia Acadêmica

Luciano Rossi, Jesús Pascual Mena-Chalco

Resumo


A estruturação do conhecimento fornece os meios para organizar o saber formal em categorias que facilitem sua gestão e contribuam para sua disseminação. Entretanto os modelos formais de classificação do conhecimento não permitem a observação das relações existentes entre as diferentes categorias ou do fluxo desse conhecimento entre membros da comunidade científica. Neste trabalho, buscamos estruturar o saber científico, representado por mapas da ciência, considerando a estrutura hierárquica fornecida pela Genealogia Acadêmica. Utilizamos, como estudo de caso, a descendência acadêmica de Johann Bernoulli representada em forma de grafo de genealogia e as informações biográficas disponibilizadas pelo Wikipedia em concordância com o padrão desenvolvido pelo Mathematics Subject Classification, além de um glossário de áreas da matemática. Para inferir os tópicos do conhecimento aos matemáticos que não possuíam informações, utilizamos um procedimento de propagação de tópicos que considera a topologia do grafo de genealogia. Consideramos que identificar e estudar o fluxo do conhecimento científico entre gerações de pesquisadores é uma tarefa importante para entender como o conhecimento do estado da arte foi difundido. Contudo, no nosso entendimento, essa tarefa foi pouco explorada pela comunidade científica devido à inexistência de conjuntos de dados. Acreditamos que este trabalho permitirá a definição de um novo método computacional para o estudo de fluxo de conhecimento. A relevância do trabalho recai na possibilidade de descoberta de novas informações que auxiliem a identificar, analisar e estruturar os mapas da ciência.


Palavras-chave


Fluxo de conhecimento; Mapas da ciência; Tópicos de conhecimento; Genealogia acadêmica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245240.172-192



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)