Análise dos modelos colaborativos de softwares para edição de ontologias por meio do Modelo 4C de Colaboração

Marcel Ferrante Silva, Dalton Lopes Martins, Douglas Veronez Santana, Joyce Siqueira

Resumo


Esta pesquisa objetiva apresentar os modelos de colaboração de seis softwares editores de ontologia: MusicBrainz, OntoWiki, Semantic MediaWiki, Tainacan Ontology, WebProtégé e Wikidata, e relacionar as ferramentas para colaboração disponíveis classificando-as de acordo com o Modelo 4C de Colaboração, que abrange a comunicação, coordenação e colaboração e cooperação. O resultado abrange diversas nuances em relação aos softwares, detalhando a participação em cada ‘C’ do Modelo, mas de forma geral, apresenta o WebProtégé com o maior número de quesitos de comunicação, enquanto o Tainacan Ontology possui o maior número de quesitos relacionados à coordenação e a colaboração e cooperação. O modelo de colaboração dos softwares é essencial para promover a interação, de forma a mediar as divergências e possibilitar efetiva colaboração, por isso, quanto mais completo, melhor é o serviço oferecido, assim, espera-se que estes resultados sirvam como base para atualizações dos softwares existentes ou para criação de novos. 


Palavras-chave


Modelo 4C de Colaboração. Modelo de Colaboração. Softwares Editores de Ontologias.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245251.267-294



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)