Patrimônio Cultural, Memória Social e Informação: a cidade de Porto Alegre na palma da sua mão?

Marina Leitão Damin, Vera Dodebei, Valdir Morigi, Luis Fernando Herbert Massoni

Resumo


Reflete sobre os vestígios memoriais colecionados por uma cidade, Porto Alegre (Brasil), a vida social dos objetos inseridos nessa coleção, no sentido não só de sua patrimonialização, mas de sua dinâmica de memoração, bem como da visibilidade desse conjunto de objetos que estão em constante movimento de criação e transformação. O corpus de análise considera dois objetos digitais: o aplicativo Porto Alegre Guide, como um suporte à consolidação ou à criação de memórias sobre a cidade de Porto Alegre e o site da Prefeitura Municipal, que reúne equipamentos e espaços valorizados como patrimônios da cidade. Objetiva, a partir dessa análise, compreender a relação entre memória, informação e patrimônio cultural. Conclui que as múltiplas identidades e polifonias existentes na cidade de Porto Alegre e que têm potencialidade para emergirem como patrimônio cultural não são divulgadas pela Prefeitura Municipal, nem pelo aplicativo Porto Alegre Guide.


Palavras-chave


Memória; Patrimônio cultural; Porto Alegre; Coleção; Aplicativo; Porto Alegre Guide.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245242.388-403



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)