Áreas do conhecimento em que as universidades do Sul do Brasil possuem patentes concedidas

Adriana Stefani Cativelli, William Barbosa Vianna, Adilson Luiz Pinto

Resumo


O estudo tem como objetivo geral analisar as patentes concedidas nas universidades públicas do Sul do Brasil no que se refere às áreas do conhecimento – de onde provêm, e em quais áreas elas são classificadas de acordo com a Classificação Internacional de Patentes - e como objetivos específicos mapear as universidades públicas do Sul do país e suas patentes; identificar as áreas da Classificação Internacional de Patentes e as áreas do conhecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, às quais as patentes pertencem; e estabelecer relação de contribuição que cada área do conhecimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico realiza em cada área da Classificação Internacional de Patentes. O levantamento das patentes foi realizado na base de dados do Instituto Nacional da Propriedade Industrial. De posse do número da classificação, realizou-se o cruzamento com as áreas do conhecimento da tabela do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Os resultados reuniram 11 universidades públicas que apresentaram 68 patentes concedidas. A seção da Classificação Internacional de Patentes que apresentou maior número de concessões de patentes foi a “C - Química; Metalurgia”, com 25 registros. As áreas de conhecimento do  Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico que publicaram na seção foram: Bioquímica, Engenharia Civil, Engenharia de Materiais e Metalúrgica, Engenharia Química, Engenharia Sanitária e Química. A grande área "Engenharias" foi a que obteve o maior volume de patentes, totalizando 24. A formação dos inventores mais produtivos, que pertencem à Universidade Federal do Rio Grande do Sul, concentrou-se na área de Química.

 


Palavras-chave


Patentes universitárias. Áreas do conhecimento. Inovação tecnológica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245251.111-132



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)