O mapeamento do conhecimento por meio da análise SWOT: estudo em uma organização pública de saúde

Beatriz Rosa Pinheiro dos Santos, Ieda Pelógia Martins Damian

Resumo


A pesquisa consiste em realizar o mapeamento de conhecimentos internos e externos em uma Unidade Básica de Saúde, que pode ser potencialmente estratégico não só para a tomada de decisões dos gestores, bem como para as práticas diárias de trabalho dos funcionários. A pesquisa contribui para os campos da Administração e da Ciência da Informação que estudam a Gestão do Conhecimento, sobretudo para a Administração Pública, incentivando a utilização de técnicas oriundas das organizações privadas no setor público, especificamente, a Matriz SWOT. Ademais, a pesquisa favorece, indiretamente, a população usuária dos serviços ofertados pela Unidade Básica de Saúde, visto que o intuito do trabalho está na busca por melhoria dos processos envolvendo os conhecimentos presentes na Unidade. Para tanto, realizou-se uma pesquisa de campo, de natureza qualiquantitativa. O resultado demonstrou que a unidade pesquisada apresenta muito mais pontos fracos e ameaças, do que pontos fortes e oportunidades, o que pode prejudicar a qualidade dos serviços ofertados à população.


Palavras-chave


Gestão do conhecimento. Mapeamento do conhecimento. Matriz SWOT. Setor público de saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245243.253-274



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)