Fator de impacto de periódicos utilizados pelos programas de pós-graduação em Comunicação e Informação para a divulgação do conhecimento

Catia Candida de Almeida, Maria Cláudia Cabrini Grácio, Angela Maria Grossi Carvalho

Resumo


A gestão da política científica e seus instrumentos de avaliação servem para o planejamento e o entendimento da dinâmica científica. Nesse contexto, a formulação de política de avaliação dos cursos de pós-graduação é fundamental. Considerando tal problemática, esta pesquisa objetiva descrever o comportamento dos valores de fator de impacto dos periódicos da área de Comunicação e Informação, qualificados pelo Qualis CAPES, para a avaliação da produção científica dos programas de pós-graduação da área, mais especificamente, para os periódicos da área de Comunicação e Informação classificados no estrato A1. Objetiva-se analisar seus indicadores bibliométricos de impacto, a saber: Fator de Impacto e Posição de Quartil. Os resultados mostraram indícios de alta variabilidade dos valores do fator de impacto. Os valores dos FIs estão relacionados com a posição dos quartis, as quais mantiveram-se inalterados para a maioria dos periódicos no período analisado.

Palavras-chave


Periódicos científicos. Fator de Impacto. Política de avaliação da Pós-Graduação. Comunicação e Informação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245243.198-225



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)