Incipiência da visualização de indicadores bibliométricos e altmétricos nos Repositórios Institucionais brasileiros

José Eduardo dos Reis, Adriana Tahereh Pereira Spinola, Roniberto Morato do Amaral

Resumo


Os Repositórios Institucionais apresentam significativo potencial como fontes de informação para a elaboração dos estudos métricos, visando à compreensão das dinâmicas da atividade científica institucional. Contudo, sinalizam deficiências no tocante à externalização visual de seu vasto conteúdo científico na forma de indicadores bibliométricos e altmétricos. Neste contexto, o objetivo deste artigo foi investigar a capabilidade das iniciativas nacionais em Repositórios Institucionais de Acesso Aberto na utilização de indicadores bibliométricos e altmétricos, com base nos conceitos de visualização de informação. O método de pesquisa utilizado foi o estudo de caso exploratório, e a unidade de análise compreendeu 81 Repositórios Institucionais ativos nas Instituições de Ciência e Tecnologia brasileiras, identificados no Diretório de Repositórios de Acesso Aberto – OPENDOAR. Os resultados alcançados compreenderam a identificação e a análise da presença nos Repositórios Institucionais brasileiros dos indicadores bibliométricos e altmétricos e sua visualização gráfica. Observou-se que os indicadores bibliométricos apresentaram um índice maior de ocorrência na amostra analisada do que os indicadores altmétricos e a incipiência dos Repositórios Institucionais em disponibilizar os indicadores utilizando uma representação visual. Conclui-se que a discussão dos resultados alcançados pode contribuir para a compreensão da problemática em torno da utilização dos Repositórios Institucionais, como fontes de informação, para a elaboração e visualização de indicadores bibliométricos e altmétricos sobre as dinâmicas das atividades científicas desempenhadas pelas Instituições de Ciência e Tecnologia brasileiras.


Palavras-chave


Visualização. Indicadores bibliométricos e altmétricos. Repositório Institucional. Comunicação científica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245230.213-234



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)