Descoberta de conhecimento a partir de informações não estruturadas por meio de técnicas de correlação e associação

Marina Carradore Sérgio, Thales do Nascimento da Silva, Alexandre Leopoldo Gonçalves

Resumo


O atual momento da tecnologia vem promovendo meios para o aumento exponencial no volume de informações disponíveis na internet ou em organizações. Considerando que grande parte desta informação encontra-se em formato textual, este fato representa um desafio para as áreas de coleta, armazenamento, recuperação e análise de informações visando à explicitação de conhecimento. Este trabalho tem como objetivo apresentar um modelo para Descoberta de Conhecimento com base nas técnicas de correlação e associação temporal a partir de grandes coleções de documentos. Os procedimentos metodológicos utilizados compreenderam uma pesquisa descritiva e exploratória, envolvendo artigos coletados da base de dados Science Direct® como uma ferramenta para a coleta e a análise dos dados. Através deste tipo de informação é possível extrair regras, padrões, tendências e redes, capazes de auxiliar no processo de tomada de decisão nas organizações a fim de gerar vantagem competitiva. Como principal contribuição destaca-se a proposição de um modelo voltado ao entendimento de aspectos temporais, considerando relacionamentos factuais (através de correlações) ou não (através de associação) entre termos de um domínio.

Palavras-chave


Descoberta de conhecimento. Correlação. Associação. Informações não estruturadas. Temporalidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245222.87-113



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)