Enquadramentos sociossemióticos em notícias sobre enchentes: a construção de vínculos com o receptor

Jane Márcia Mazzarino, Vinícius dos Santos Flôres

Resumo


O objetivo geral do artigo é analisar as práticas do campo jornalístico, identificando marcas de inclusão do receptor nas ofertas de notícias, tomando-se como objeto de estudo a cobertura dada às enchentes que assolaram o Rio Grande do Sul em 22 de julho de 2011. Para isso, comparam-se conteúdos jornalísticos. A amostra foi composta por notícias publicadas nos diários estaduais, Zero Hora e Correio do Povo, e em dois jornais que circulam na região do Vale do Taquari, O Informativo do Vale e A Hora do Vale. A pesquisa é qualitativa, de cunho bibliográfico e documental. O tratamento de dados foi realizado por meio da análise de discurso da vertente sociossemiótica. O processo de coleta e análise dos dados ocorreu entre 2011 e 2012.

 


Palavras-chave


Jornalismo ambiental. Recursos hídricos. Jornais impressos. Sociossemiótica.

Texto completo:

RESUMO PDF




Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)