Muito além de um bom negócio: políticas públicas culturais para sermos bons ancestrais

Mário Gouveia Júnior, Marcos Galindo

Resumo


Este trabalho é parte da dissertação defendida pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Pernambuco. Evocam-se abordagens sobre políticas públicas de incentivo à cultura, bem como o papel do Estado e da sociedade no sentido de se desenvolverem propostas de ação para uma maior consciência coletiva em torno das responsabilidades socioculturais. Abordam-se a lógica do financiamento de instituições de cultura e a necessária atuação/intervenção do governo. O financiamento da cultura, contudo, não deve ser dissociado das análises de políticas culturais e da responsabilidade dos governos federal, estadual e municipal, ainda que haja parcerias com instituições privadas. Indicam-se, ainda, noções dicotômicas de meritocracia.

Palavras-chave


Políticas Públicas. Financiamento Cultural. Responsabilidade Social. Meritocracia.

Texto completo:

RESUMO PDF




Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)