A construção de sentidos sobre a homossexualidade na mídia brasileira

Autores

  • Vicente William da Silva Darde Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Jornalismo, Práticas Culturais, Homossexualidade, Heteronormatividade

Resumo

O jornalismo, entendido como construtor de sentidos sobre a realidade, é um discurso que deve representar a diversidade de pensamento da sociedade contemporânea. No entanto, as representações dos gays criadas a partir do discurso jornalístico podem determinar e/ou intensificar o processo de marginalização dos homossexuais na sociedade. A partir da análise da reportagem sobre casais gays que adotaram crianças, veiculada no programa Globo Repórter da Rede Globo, buscamos contribuir neste artigo para a discussão sobre a construção da homossexualidade pela Imprensa brasileira. A busca pelo reconhecimento social, amparado num discurso de conquista da cidadania, será bem sucedida quando a mídia transformar o caráter arbitrário da cultura dominante na sociedade brasileira em culturas paralelas entendidas como diversidade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vicente William da Silva Darde, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorando em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestre e bacharel em jornalismo pela mesma universidade. Atualmente é chefe de reportagem do Canal Rural - Grupo RBS. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornal e Televisão, atuando principalmente nos seguintes temas: jornalismo econômico, comunicação e aids, comunicação e saúde, gênero e sexualidade, fontes de informação e imprensa.

Curriculo Lattes

Downloads

Publicado

2009-03-13

Como Citar

DARDE, V. W. da S. A construção de sentidos sobre a homossexualidade na mídia brasileira. Em Questão, Porto Alegre, v. 14, n. 2, p. 223–234, 2009. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/3109. Acesso em: 27 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos