A Representação da morte nas capas das revistas semanais Veja e Istoé

Antonio Ailton Ferreira de Cerqueira

Resumo


Utilizando-se, principalmente, de conceitos da Teoria dos Discursos Sociais, este artigo investiga a representação da morte nas capas das revistas semanais Veja e IstoÉ, no período de julho de 2004 a julho de 2005. Partindo do princípio de que as capas são espaços privilegiados de produção de sentidos, analisam-se as estratégias discursivas utilizadas pelas revistas na constituição do conceito morte, tema básico para a humanidade.

-

Using, mainly, the concepts of Social Discourse Theory, this paper investigates the representation of death in the cover of weekly magazines Veja and IstoÉ, in the period from July 2004 to July 2005. Considering covers as privileged space of meaning process, we analyze the discursive strategies used by the magazines in the constitution of the subject death, basic theme to humankind.

-

Utilizando, principalmente, conceptos de la Teoría de los Discursos Sociales, este artículo investiga la representación de la muerte en las portadas de las revistas semanales Veja e IstoÉ, en el periodo de julio del 2004 a julio del 2005. Partiendo del principio de que las portadas son espacios privilegiados de producción de sentidos, se analizan las estrategias discursivas utilizadas por las revistas en la constitución del concepto muerte, tema básico para la humanidad.


Palavras-chave


Imagem; morte; revistas; análise do discurso

Texto completo:

PDF HTML




Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)