A formulação discursiva no jornalismo científico: construção da visada da captação em um diário popular

Natália Martins Flores, Ada Cristina Machado da Silveira

Resumo


O artigo relata uma análise sobre a formulação discursiva operada no discurso científico com vistas à produção do discurso jornalístico. Através da aplicação de categorias do discurso científico como jargão científico, precisão/exatidão, neutralidade/afastamento e fontes foi possível apontar como se caracteriza o corpus selecionado de treze matérias de saúde de um diário popular. As categorias foram relacionadas com estratégias discursivas como enunciação, referencialidade e tematização de forma a verificar se elas produzem efeitos de credibilidade (visada da informação) ou de dramatização (visada da captação). Chegou-se ao resultado de que o jornal popular se utiliza da matriz melodramática e de uma simplificação do jargão científico como estratégia de captação e de sedução de seus leitores.


Palavras-chave


Jornalismo científico. Discurso. Matrizes culturais. Jornalismo popular

Texto completo:

PDF




Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)