A influência do contexto multimidiático na configuração atual do telejornalismo

Ana Sílvia Davi Lopes Médola, Mariana Dourado

Resumo


Os telejornais, assim como as demais produções televisivas, estão em fase de adequação de estruturas discursivas e de produção pela influência estrutural dos sistemas digitais. Incidindo não apenas sobre a formatação, mas, principalmente, sobre as rotinas, observa-se o surgimento de uma nova dinâmica de produção e consumo de informação. A interatividade é o recurso que mais tem mobilizado esforços na adaptação das empresas de televisão, antecipando a tendência de um maior fortalecimento do papel do receptor na relação comunicativa, que deverá ser intensificada pela convergência dos meios com a implantação da TV digital brasileira. Enquanto isso não se concretiza, os produtores incentivam a aproximação forjada dos receptores, já que constitui uma proposta não plenamente executável, seja em função das limitações no âmbito da rotina de produção, seja pela limitação do dispositivo tecnológico. A estratégia enunciativa da interatividade busca, então, renovar o vínculo social entre o telejornal e seu público.

 


Palavras-chave


Telejornalismo. Jornalismo cidadão. TV digital. Interatividade.

Texto completo:

PDF




Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)