"A influência da CEPAL na industrialização latino-americana: uma análise comparada entre Brasil e Argentina"

Laíza Andriolo, Giovana Souza Freitas

Resumo


O presente trabalho analisa a influência da CEPAL no processo de industrialização brasileiro e argentino. Inicialmente, será abordado o subdesenvolvimento econômico na região, bem como sua causas e consequências. Após, será discutido o papel da CEPAL dentro da América Latina, seus objetivos primordiais, bem como os elementos fundamentais de seu pensamento. Por fim, será apresentada uma retrospectiva da industrialização dos países em questão, relacionando-a com a teoria cepalina. Infere-se que a mesma exerceu expressiva influência, principalmente no processo de industrialização, mas não explica de forma completa o subdesenvolvimento econômico destes países. Ainda assim, merece destaque como teoria que discute o subdesenvolvimento em nível institucional e internacional.


Palavras-chave


CEPAL; Subdesenvolvimento; Industrialização

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.68787



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS