AS REAÇÕES BRASILEIRA AO CASO SNOWDEN: IMPLICAÇÕES PARA O ESTUDO DAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS EM UM MUNDO INTERCONECTADO

Thiago Borne Ferreira, Diego Rafael Canabarro

Resumo


Apesar do papel central da Internet para a compreensão atual do ciberespaço, as agendas de governança da Internet e de cibersegurança apenas convergiram a partir das revelações de Edward Snowden sobre os programas de espionagem digital dos Estados Unidos. O Caso Snowden aumentou a entropia do complexo ecossistema da Internet, e reacendeu tensões a respeito da proeminência americana na administração dos recursos críticos da Rede. Nesse contexto, muitos países demonstraram preocupações sobre o futuro da governança da Internet, e o Brasil ganhou destaque no debate. Este artigo (a) resume as preocupações oriundas do Caso Snowden e seus impactos gerais sobre o ecossistema de governança da Internet; (b) analisa as medidas políticas tomadas pelo Brasil no campo em questão, antes e depois dos vazamentos de Snowden; e (c) detalha como o Brasil utilizou o Caso para promover sua agenda política para governança da Rede internacionalmente, fomentando a adoção de um complexo de governança mais pluralístico e democrático. Ao fim, o texto reflete sobre as possibilidades de mudança no ecossistema de governança global da Internet após o anúncio da intenção estadunidense de renunciar seus privilégios na supervisão do funcionamento de recursos críticos da Rede. 

Palavras-chave


Governança da Internet; Brasil; Cibersegurança

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.54617

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS