O ciclo eleitoral venezuelano, 2012-2013: notas sobre a conjuntura

Corival Alves do Carmo

Resumo


O artigo analisa as perspectivas e o ciclo eleitoral venezuelano marcado pelas eleições presidenciais de outubro de 2012 e abril de 2013 e as eleições estaduais de dezembro de 2012, aponta como as mudanças políticas e sociais introduzidas pelo presidente Hugo Chávez criaram uma nova realidade para a Venezuela e as dificuldades enfrentadas pela oposição para aceitar este legado e ao mesmo tempo propor mudanças. Aponta-se ainda o cenário de acentuação da polarização política com a eleição de Maduro e a aposta da oposição no uso do referendo revogatório de mandatos. Analisa-se ainda os reflexos sobre a política externa e o papel que o Brasil pode desempenhar no novo cenário.

 


Palavras-chave


Venezuela; Hugo Chávez; Integração Latino-Americana

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.39621



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS