A POLÍTICA INTERNA E A DIPLOMACIA DO PERU: DA INCERTEZA À ESTABILIDADE DO PROJETO DE INTEGRAÇÃO DA AMÉRICA DO SUL

Paulo Visentini, Guilherme Ziebell de Oliveira

Resumo


Este artigo faz uma análise da política externa peruana, desde a década de 1980, até a atualidade. Após uma retomada histórica, é feita uma análise das perspectivas do governo Ollanta Humala, eleito em 2011. Ainda, são realizadas análises das relações bilaterais do Peru com Brasil, EUA, Colômbia, Venezuela, Equador e Bolívia e da integração regional na perspectiva peruana (notadamente em relação à UNASUL, à Comunidade Andina e ao combate ao narcotráfico). Pode-se perceber que o governo Ollanta Humala apresenta uma leitura clara das alterações conjunturais que vêm se apresentando, conseguindo tirar melhor proveito das relações com os dois eixos de parceria possíveis.


Palavras-chave


Peru; América do Sul; Política Externa; Integração;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.26717

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons Attribution-ShareAlike 4.0 International License.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS