O Brasil e o Conselho de Segurança das Nações Unidas no Governo Dilma

Bruno Gonçalves Rosi

Resumo


A política externa de Dilma Rousseff enfatiza a necessidade de reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas visando melhor representar o Sistema Internacional, conferindo maior democracia e legitimidade ao funcionamento deste organismo. Este artigo questiona esse procedimento, avaliando que tal reforma dificilmente trará os resultados mencionados.


Palavras-chave


Política Externa Brasileira; Conselho de Segurança das Nações Unidas; Realismo Ofensivo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2178-8839.25359



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

 

Conjuntura Austral - ISSN: 2178-8839

       UFRGS