PRÁTICA PEDAGÓGICA DE DOCENTES DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA REGIÃO SUL E SUDESTE DO BRASIL: UM ESTUDO DA PERCEPÇÃO DA AFETIVIDADE

Autores

  • Maria Ivanice Vendruscolo UFRGS
  • Magda Bercht UFRGS

Palavras-chave:

Afetividade. Práticas pedagógicas. Educação em Contabilidade. Contabilidade.

Resumo

Este estudo objetiva analisar os aspectos afetivos percebidos pelos docentes de Ciências Contábeis em suas práticas pedagógicas. As teorias que tratam da afetividade preconizam que o conjunto funcional afetivo influencia o meio social e afeta o cognitivo do sujeito. A pesquisa é aplicada, com abordagem qualitativa do problema de pesquisa. Os sujeitos foram 96 professores de cursos de graduação de Ciências Contábeis das regiões Sul e Sudeste do Brasil. Os resultados evidenciam de forma empírica o reconhecimento da relevância da afetividade e da percepção dos estados de ânimo dos alunos para o processo de ensino e aprendizagem. Os professores pesquisados atribuem que a motivação ao aprendizado se relaciona com o estilo de aulas e a didática do professor (98%), com o relacionamento entre professor e aluno (97%) e ao uso de tecnologias da informação e comunicação (94%). O diálogo em sala de aula presencial foi a forma preferida para as interações com os seus alunos (98%). Contudo, 42% dos professores da amostra raramente usaram ferramentas chats e fóruns com a finalidade de interações e 5% nunca utilizaram o Ambiente Virtual de Aprendizagem. Esses dados evidenciam que os professores de Contabilidade ainda não adotam práticas pedagógicas mediadas por tecnologias da informação e comunicação, compatíveis com a modalidade de educação a distância, revelando necessidade de capacitação em tecnologias da informação. Sugerem-se futuras pesquisas que explorem recursos tecnológicos que contribuam para o reconhecimento da dimensão afetiva nos ambientes virtuais de aprendizagem, aderentes às práticas pedagógicas de docentes de Ciências Contábeis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Ivanice Vendruscolo, UFRGS

Magda Bercht, UFRGS

Doutora em Computação.ProfessoraAdjunta do Instituto de Informática da UFRGS

Downloads

Publicado

2015-04-30

Edição

Seção

Artigos