CALENDÁRIO ELEITORAL E GESTÃO PÚBLICA: UMA ANÁLISE CONTABILOMÉTRICA DAS DESPESAS MUNICIPAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NO PERÍODO DE 1998 A 2006

Kleber Vasconcellos de Oliveira, Frederico A. de Carvalho, Marina Filgueiras Jorge, Marcelino José Jorge

Resumo


Nesta pesquisa se testa a influência do calendário eleitoral sobre o orçamento público para uma amostra de municípios no estado do Rio de Janeiro. O objetivo deste estudo é estimar o efeito de variáveis contábeis, político-partidárias e eleitorais sobre o comportamento dos prefeitos de acordo com o expresso nas contas municipais. Com base na revisão de literatura, constroem-se e estimam-se diversas equações para uma amostra em painel para o período de 1998 a 2006, composta por 40 municípios fluminenses. Depois de um teste econométrico, necessário em casos em que haja ausência de dados, os resultados indicam que o calendário eleitoral exerce influência significativa sobre o comportamento dos prefeitos. Em alguns casos, o partido do prefeito também afeta os gastos municipais. Assim, é possível inferir um significativo efeito de coincidência partidária entre cargos executivos, revelando uma espécie de “pacto de ajuste fiscal” entre níveis de governo.


Palavras-chave


Calendário eleitoral. Gestão municipal. Brasil. Contabilidade pública. Dados em painel.

Texto completo:

PDF


 
 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores

  PROPESQ   PROPESQ    PROPESQ 

  PROPESQ  PROPESQ     PROPESQ

Spell  

 
.........................................................................................................................................................................................................................

ConTexto - Revista do Programa de Pós-Graduação em Controladoria e Contabilidade da UFRGS - E-ISSN: 2175-8751

         UFRGS