O centro de Pai Joaquim de Angola: reflexões acerca de um lugar ritual

Lucas Gonçalves Brito

Resumen


Lugar é um aspecto relevante na construção cultural de identidades e, embora seja uma categoria e um acontecimento fundamentais da experiência vivida das pessoas em distintas sociedades, nem sempre seu estatuto teórico é debatido mais detidamente, permanecendo implícito. Este artigo tem como objetivo explorar algumas relações entre o lugar e o ritual enquanto conceitos antropológicos. Para tal, o texto compõe-se de três partes. Primeiramente, encontrar-se-á uma sucinta reflexão teórica sobre algumas noções do espaço e do lugar. Depois, apresenta-se o espaço e o lugar de um Centro de Umbanda, demonstrando como a arquitetura do templo conjuga um antigo simbolismo. Por fim, há uma descrição de alguns ritos em sua relação aos lugares nos quais acontecem. Argumenta-se que a experiência do ritual é “lugarizada” e que o caráter sagrado do lugar resulta da sacralidade dos próprios ritos.

Palabras clave


Lugar; Ritual; Umbanda; Simbolismo

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-2650.73826