Acupuntura uma conexão com o sagrado e o sagrado na prática terapêutica: materialidade e reflexões

Karine Mendonça Rodrigues

Resumen


Nesse trabalho apresentamos reflexões sobre práticas terapêuticas, em especial os atendimentos com acupuntura recomendados por uma entidade oriental num centro de umbanda na região metropolitana de Porto Alegre. Através de uma experiência etnográfica na Casa do Pai Joaquim surge reflexões sobre como essas práticas terapêuticas e integrativas podem se relacionar com a religião, de que forma esse processo ocorre e como seus praticantes percebem essa integração. A acupuntura e a religião, aqui no centro se completam e por isso que eles recomendam que se faça, mas eu faço sem agulhas, só com os dedos, explica a mãe de santo. Tal terapia é utilizada, pois seria uma forma de trabalhar todas as partes do ser humano, unindo seus aspectos físicos, emocionais, mentais e espirituais e assim dando uma oportunidade maior de cura para o consulente. Aspectos rituais, de materialidade e conceitos relacionados à saúde são pontos relevantes observáveis e de discussão.

Palabras clave


práticas terapêuticas; acupuntura; Umbanda; materialidade.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-2650.55711