A comunhão dos santos – notas sobre santidade e martírio

Júlio Cesar Tavares Dias

Resumen


Aqui nós pretendemos discutir sobre a ideia de santidade, que devido a períodos de extrema perseguição ao cristianismo ligou-se fortemente ao martírio, e como se estabeleceu no catolicismo a devoção aos santos. Sabemos que o conceito de santidade não pertence somente à Igreja Católica, nem só ao cristianismo, mas se faz presente em muitas religiões, caracterizado frequentemente por um sentimento de ruptura com o mundo e de uma ligação específica com o sagrado. Assim não pretendemos trazer aqui um conceito amplo de santidade que sirva a várias religiões, mas verificar como a santidade tem sido entendida no seio do mundo católico. Compete-nos verificar que os santos foram tomando lugar basilar na religiosidade católica, servindo de exemplos para os fiéis que com eles criam vínculos de familiaridade, muitas vezes por passarem pelos mesmos sofrimentos que eles passaram.

Palabras clave


devoção aos santos, mártires cristãos, Igreja Católica, religiosidade popular.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-2650.44857