A religiosidade dos sem religião

Ronaldo Robson Luiz

Resumen


Segundo os dados do Censo do IBGE – 2010 existem 12 milhões de pessoas religiosas no Brasil que não fazem parte das religiões instituídas tradicionalmente conhecidas. Sãos os sem religião do Brasil. As informações do Censo também sinalizam para o crescente quantitativo desse grupo específico que é contabilizado em cerca de 7,4% da população brasileira. Estes, de acordo com Pierucci (2004) podem ser definidos como os que estão desencaixados de qualquer religião, desfiliados de toda e qualquer autoridade religiosamente constituída. Essas pessoas não são ateias, elas acreditam em Deus, inclusive orgulham-se de sua forte ligação com o transcendental. O fato é que elas não estão ligadas a nenhuma religião em especial. Geralmente tais pessoas já passaram por algumas religiões, mas não encontraram nelas satisfação, tendo optado por uma relação “autônoma com Deus”, onde nos dizeres de Arriel (2004) se trata da influência do individualismo, ao culto do sujeito autônomo, ao culto ao corpo e ao bem estar, onde o que está em jogo é a afirmação da auto identidade. O objetivo desse artigo é analisar a(s) religiosidade(s) dos sem religião na contemporaneidade.

Palabras clave


sem religião; religiosidade; contemporaneidade

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-2650.44576