Rodando com o Santo e Queimando no Espírito: Possessão e a Dinâmica de Lugar no Candomblé e Pentecostalismo

Miriam C.M. Rabelo

Resumen


Este artigo visa comparar duas experiências religiosas de incorporação de poder sagrado – ser habitado pelo Espírito Santo no Pentecostalismo e rodar com orixás e caboclos no candomblé. A comparação está orientada pela busca de identificar os distintos modos de engajamento corporal cultivados nos dois contextos religiosos: as formas sensíveis de atentar para a situação (e os outros) envolvidas nestas experiências de forte alteridade. Trata-se de abordar a questão do transe/possessão a partir de sua dimensão corporificada e articular os conceitos de corporeidade e espaço para refinar a análise comparativa. A discussão busca explorar o potencial desta abordagem para compreender os estilos de sociabilidade características destes contextos religiosos.

Palabras clave


possessão e corporeidade; espaço; candomblé; pentecostalismo; possession and embodiment; space; Pentecostalism

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-2650.2275