GÊNEROS DISCURSIVOS EM SALA DE AULA: UMA ALTERNATIVA PARA MELHORAR A LEITURA E A ESCRITA NA EJA - ENSINO MÉDIO

Soeli Aparecida Rossi de Arruda

Resumo


RESUMO: Na esfera escolar, quando se pensa no ensino de leitura e escrita, especialmente na Educação de Jovens e Adultos, os professores de Língua Portuguesa, ainda, se deparam com a falta de materiais que dêem sustentação teórica para sua prática de ensino da língua materna, na perspectiva dos gêneros discursivos que visem às diferentes práticas sociais. Em virtude de o trabalho com a noção de gênero discursivo ser recente e estar se expandindo, verifica-se a necessidade de pesquisas voltadas a refletir sobre a prática pedagógica na EJA – E. M. Assim, objetivamos discutir se o trabalho desenvolvido na prática de sala de aula condiz com a proposta dos PCNEM e OCEM e identificar as dificuldades mais comuns para se trabalhar a leitura e a escrita na EJA. Nesse sentido, buscamos trazer algumas contribuições teóricas na perspectiva de Bakhtin (1929; 1952-1953) Schneuwly e Dolz (2004); Rojo (2000; 2003) Brait (2005, 2006), Petroni (2008), Vygotsky (1935), dentre outros.


Palavras-chave


gêneros discursivos; leitura; escrita.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2595-4377.9016