Entre a praça e a escola: analisando processos de apropriação espacial através de uma abordagem complexa

Felipe Silveira de Souza

Resumo


Este ensaio trata dos processos de apropriação espacial do espaço público em comparação com o espaço escolar. Estes processos de apropriação espacial são vistos através dos conceitos de território e territorialidade, buscando, desse modo, compreender a forma como os grupos sociais – tribos urbanas – usam o espaço. Através da teoria da complexidade de Edgar Morin, buscamos estabelecer as similaridades e as diferenças entre os processos de apropriação espacial no espaço escolar e no espaço público. O entendimento dos processos de apropriação espacial na escola é visto como fundamental para a efetivação de uma ação pedagógica escolar mais condizente com a realidade social.


Palavras-chave


Apropriação espacial; espaço escolar; espaço público; teoria da complexidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2595-4377.17606