A promoção da atenção e da memória por meio da Cinoterapia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.104981

Resumo

O conceito de Cinoterapia está relacionado a atividades, a educação e a terapia mediada por cães, nas quais se baseiam as práticas desenvolvidas no projeto “Proposta de atividades mediadas por animais no Colégio de Aplicação” CA/UFSC. O objetivo deste trabalho é apresentar os benefícios para a qualificação da atenção e da memória, por meio de duas ações mediadas pelo cão, realizadas em 2019. Este artigo segue a abordagem qualitativa, os dados contidos nos registros das atividades em diário de campo foram interpretados com base na Análise de Conteúdo (BARDIN, 2011). As práticas analisadas ilustram os benefícios da Cinoterapia para a qualificação das Funções Executivas, em especial, da atenção e memória, favorecidas pela interação com o cão. Assim, verifica-se que essa interação se desenvolve como principal  fator instigante de tal qualificação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Gomes Camargo, Professora de Educação Especial no Colégio de Aplicação/Centro de Ciências da Educação - Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Distúrbios da Comunicação Humana - UFSM

Professora de Educação Especial no Colégio de Aplicação/Centro de Ciências da Educação - UFSC

Camilla Fernandes Diniz, Colégio Santa Teresinha Secretaria do Estado de Educação de Santa Catarina

Licenciada em Matemática pelo Instituto Federal Catarinense Campus Avançado Sombrio. Atualmente, professora da rede estudual de Santa Catarina e da rede privada em Florianópolis.

Luana Zimmer Sarzi, Professora de Educação Especial no Colégio de Aplicação/Centro de Ciências da Educação - Universidade Federal de Santa Catarina

Professora de Educação Especial no colégio de Aplicação da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM, Graduada em Educação Especial pela UFSM. 

Downloads

Publicado

2020-12-30