O papel do professor na evolução da constituição da moral no adolescente

Andrea Bonetti Gallego, Maria Luiza Rheingantz Becker

Resumo


Este estudo investiga como um professor pode ocupar o lugar de adulto significativo/respeitado sendo relevante no processo de constituição da moral do adolescente. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, através de estudos de casos múltiplos, em uma escola estadual de Porto Alegre, com adolescentes do terceiro ano do ensino médio e professores indicados como mais significativos por estes adolescentes. O principal referencial teórico utilizado é a Epistemologia Genética, e se focaliza a questão do respeito nas relações entre professor e aluno, consideradas a partir do lugar de adulto significativo, como facilitador do processo de desenvolvimento moral. Os resultados obtidos indicam que o professor que pode fazer a diferença é o que favorece relações de cooperação e respeito mútuo, com características de afeto e particularidade. È relevante a reflexão do mesmo sobre sua prática e o sobre desenvolvimento moral.

Palavras-chave


desenvolvimento moral; relação professor/aluno; adolescência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2595-4377.10498