CONDIÇÕES PARA IMPLANTAÇÃO DO CONTRATO FUTURO DE ARROZ NO BRASIL

Alexandre Alvisi Costa, Alexandre Bragança Coelho, Silvia Helena Miranda, Viviani Silva Lirio

Resumo


Este artigo tem como objetivo avaliar a viabilidade da implantação de um contrato futuro para o arroz no Brasil, como alternativa para minimizar as incertezas associadas às variações nos preços do produto. Para atingir o objetivo, foi utilizada a Teoria do Sucesso e Fracasso de Contratos Futuros. Os resultados revelaram que, antes da criação de um contrato futuro, há a necessidade do desenvolvimento de um mercado a termo para o produto. Além disso, é necessário que o governo diminua a intervenção no mercado para que os preços sejam formados somente pelas leis de oferta e demanda de mercado. Outro problema é a tendência de concentração no setor beneficiador, que pode constituir um empecilho para a implantação de um contrato futuro bem-sucedido. Também foi utilizada a integração de mercado para verificar se os mercados de arroz irrigado e de sequeiro são integrados. Os dados mostraram que os mercados são integrados e que o estado do Rio Grande do Sul é o estado formador dos preços do arroz no Brasil.

Palavras-chave


Arroz; Contrato Futuro; Co-integração

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.7438



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456