O PARADOXAL REGIME DE CRESCIMENTO BRASILEIRO NO PERÍODO PRÉ PLANO REAL

Arthur Brackmann Netto

Resumo


É frequente o debate entre economistas ortodoxos e heterodoxos quanto à efetividade das políticas neoliberais implementadas após plano real. Entretanto, o regime de crescimento da economia é, quando muito, apenas suposta, não passando por validação empírica. Deste modo, busca-se com uso do referencial kaleckiano testar empiricamente o regime de crescimento da economia brasileira antes da implantação do plano real, com o objetivo de dar embasamento ao debate. Foi encontrado, de acordo com o modelo apresentado por Bhaduri e Marglin (1990), uma estrutura doméstica profit-led e uma estrutura total wage-led, resultados peculiares quando contrastados com a literatura, porém condizentes com fatos históricos e teoria.


Palavras-chave


modelos kaleckianos; wage-led; regime de crescimento; Brasil

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.74056

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456