ANÁLISE DE IMPACTO DE CURTO PRAZO DA POLÍTICA FISCAL: REDUÇÃO DO IPI NO PERÍODO 2008-2009

Carlândia Brito Santos Fernandes, Joaquim José Martins Guilhoto

Resumo


O objetivo deste artigo é investigar os efeitos de curto prazo na economia brasileira da redução do IPI no setor automobilístico entre 2008 e 2009. Utilizando o ferramental de matriz insumo-produto, a importância do setor automobilístico fica evidente por meio dos resultados dos índices de ligação e dos multiplicadores de emprego. Dada a hipótese de que a desoneração do IPI gerou um aumento na demanda do setor de 13,4% durante o ano de 2009, os resultados da análise de impacto indicam que os efeitos sobre a economia brasileira seriam de um aumento de mais de R$ 32 bilhões na produção bruta, quase R$ 10 bilhões no PIB e mais de 211 mil empregos. Assim, os resultados geram uma única e abrangente predição: as respostas de curto prazo à política fiscal contracíclica operam através da demanda agregada, ou seja, trata-se de uma resposta do tipo keynesiana, estabilizadora, que contribui para amenizar os impactos negativos da crise financeira na economia brasileira.


Palavras-chave


Política fiscal; Setor automobilístico; Insumo-produto

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/2176-5456.43822



 
.........................................................................................................................................................................................................................

Indexadores


 PROPESQ  PROPESQ PROPESQ   PROPESQ      PERIÓDICOS UFRGS


 
.........................................................................................................................................................................................................................

Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Faculdade de Ciências Econômicas
Revista Análise Econômica
ISSN 0102-9924 / e-ISSN 2176-5456